domingo, 15 de maio de 2016

Big day e os Araçaris na Mata da Capela


Ontem, 14 de maio, foi dia de Big Day, uma data organizada pela The Cornell Lab onde no mundo todo biólogos e birders saem em busca de um levantamento global das aves silvestres. Eu, pelo segundo ano participo deste grande movimento, desta vez em companhia do amigo e biólogo Christian Beier.

Araçaris-castanho (Pteroglossus castanotis)
O local por nós escolhido foi a Mata da Capela, na cidade de Bozano-RS, uma área que sempre reserva alguma surpresa. Combinamos de nos encontrar às 7:00 horas em frente à igreja de Pejuçara, já que eu vinha de Cruz Alta e Christian de Panambi, para dali partimos em um único carro.

Amanhecer em Pejuçara-RS
O dia amanhecia perfeito, temperatura agradável e um amanhecer de tirar o fôlego, e antes mesmo de chegarmos à mata tivemos uma primeira parada onde registramos cruzando a estrada, uma Saracura-do-mato e também um barulhento João-porca, além de escutarmos alguns Bicos-chatos-de-orelha-preta. 

Saracura-do-mato (Aramides saracura)
João-porca (Lochmias nematura)
Após alguns minutos realizando esses primeiros registros seguimos para nosso destino, tendo a certeza de que o dia prometia e a bicharada estaria bem ativa com o sol que já subia no horizonte... Chegando na mata, assim que encostamos o carro logo vimos um casal de Jacuaçus acompanhados de duas saracuras, assim como muitos Pombões e Urubus-de-cabeça-preta no alto das árvores, e logo a seguir dois Tucanos-de-bico-verde cruzaram a estrada dando pouca chance para uma boa foto.

Jacuaçu (Penelope obscura)
Tucano-de-bico-verde (Ramphastos dicolorus)
Já na trilha principal outros encontros interessantes foram aparecendo como o Pi-puí, que permaneceu um bom tempo empoleirado fazendo sua típica vocalização o Pula-pula-assobiador e o  belo Cabecinha-castanha que já é figurinha carimbada nas taquarinhas da Mata da Capela!

Pi-puí (Synallaxis cinerascens)
Pula-pula-assobiador (Myiothlypis leucoblephara)
Cabecinha-castanha (Pyrrhocoma ruficeps)
A manhã estava rendendo e resolvemos seguir pela picada que leva até o grande pé de cedro. No caminho os gritos das Maitacas-verdes e Tiribas-de-testa-vermelha em vôo eram quase constantes, e competiam em igualdade com a vocalização das Tovacas-campainha e Pichororés próximos ao solo. Mas o registros que acabei conseguindo realizar em uma clareira, foi de um Andorinhão-de-sobre-cinzento, meu lifer do dia!

Andorinhão-de-sobre-cinzento (Chaetura cinereiventris)
Ao final da trilha Tiês-de-topete, Cais-cais e um incomum bando com seis ou sete Choquinhas-lisas também foram registradas.

Tiê-de-topete (Lanio melanops)

Choquinha-lisa (Dysithamnus mentalis)
Estávamos satisfeitos com todos os registros e com a bela manhã que havíamos tido, mas foi na volta para o carro que a grande surpresa do dia.  Foi justamente quando registrávamos dois Pica-paus-de-banda-branca, que surgiu o primeiro Araçari-castanho, avistado pelo Christian que logo percebeu haverem mais indivíduos. Corremos para uma melhor posição já que as aves estava muito altas saltando de copa em copa, quando confirmamos tratarem-se de quatro indivíduos!

Pica-pau-de-banda-branca (Dryocopus lineatus)
Bando de Araçaris-castanhos (Pteroglossus castanotis)
Araçaris-castanhos (Pteroglossus castanotis)
Desconheço os registros históricos desta espécie para a região, mas pelo mapeamento do WIKIAVES, este é o ponto mais ao sul do país para o Araçari-castanho, que aparentemente vem aumentando sua área de ocorrência no RS.

Já na estrada, enquanto retornava para Cruz Alta, ainda avistei um lido Gavião-peneira, caçando próximo ao trevo de acesso à Pejuçara-RS.

Gavião-peneira (Elanus leucurus)

E esse foi o rápido resumo de mais uma manhã perfeita de passarinhada, com muitas aves e mais algumas histórias pra contar.

Charles Boufleur  e  Christian Beier

4 comentários:

Astor Gabriel disse...

Maravilha de relato e belas imagens........

Pedro Sessegolo disse...

Beleza Charles. Parabéns!

Pedro Sessegolo disse...

Beleza Charles. Parabéns!

Dante Andres Meller disse...

Maravilha Charles e Christian! Belos registros e fotos, em destaque para o bando de araçaris. Parabéns! Abraço